domingo, fevereiro 5, 2023

Governo da Irlanda pede para que proprietários de casas desocupadas ofereçam acomodação aos ucranianos

Governo da Irlanda pede para que proprietários de casas desocupadas ofereçam acomodação aos ucranianos

O Ministro da Integração, Roderic O’Gorman, disse que o governo está fazendo um apelo para que casas desocupadas sejam oferecidas aos refugiados da Ucrânia.

Falando a um programa de rádio, Roderic O’Gorman disse: “Estamos pedindo as pessoas que tem casas desocupadas, apartamentos ou casas para passar as férias, que não as aluguem por um período inicial de seis meses.”

O governo da Irlanda planeja conversar com os proprietários dessas casas, para estudar a possibilidade de realocação dos refugiados.

Do total de pessoas que fugiram da guerra na Ucrânia e chegaram à Irlanda, 46.000 foram abrigadas pelo Estado e por cidadãos, segundo dados recentes do Escritório Central de Estatísticas.

Os proprietários podem oferecer casas em offerahome.ie ou entrando em contato com a autoridade local em que sua propriedade está registrada.

O’Gorman disse que qualquer pessoa que oferecer uma casa vazia aos refugiados da Ucrânia receberá 800 euros por mês sem impostos.

“Esperamos poder continuar a desenvolver o forte apoio em todo o país aos refugiados ucranianos.”

De acordo com ele mais de 5.500 pessoas já estão nas acomodações que foram prometidas pelo governo, o que é um apoio muito significativo, a Irlanda agora está acomodando 64.000 ucranianos fugindo da guerra e solicitantes de proteção internacional enquanto falava sobre a obrigação de garantir que ninguém fique desabrigado.

Ele disse: “Temos uma obrigação moral e legal de fornecer abrigo às pessoas que se sentem perseguidas”.

 O’Gorman refletiu sobre a situação há um mês, quando eles não conseguiram acomodar todos e alguns ficaram desabrigados por várias noites e disse “queremos evitar isso”.

Dirigindo-se aos recentes protestos em East Wall, em Dublin, O’Gorman disse que, quando se encontrar com pessoas que abordaram as preocupações, espera que possam dar as boas-vindas às pessoas.

Ele disse que dará aos moradores informações sobre o número de propriedades que usam lá e o prazo.

O’Gorman disse: “Falarei primeiro com os residentes sobre o contexto em que meu departamento está operando.”

 

 

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.