fbpx

sexta-feira, maio 7, 2021

União Europeia pode proibir a entrada de turistas que não foram imunizados com vacinas aprovadas pelo bloco

União Europeia pode proibir a entrada de turistas que não foram imunizados com vacinas aprovadas pelo bloco

Visando o retorno das viagens internacionais, alguns países já estão começando a estruturar internamente um modelo de passaporte de vacina, que permitirá a livre movimentação entre algumas regiões.

 

A origem e o fabricante dos imunizantes, deixa cada vez mais claro, que isso pode ser um fator que irá influenciar a entrada em alguns destinos.

 

A UE está pretendendo autorizar que americanos que receberam vacinas aprovadas por sua agência antidrogas possam viajar para o continente durante o verão, propôs a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, durante uma entrevista para o jornal The New York Times no domingo.

 

Possivelmente pessoas que receberam a vacina das fabricantes chinesas Sinovac Biotech, Coronavac, e Sinopharm não poderão entrar no continente, já que essas vacinas não foram aprovadas pelo UE, e isso irá gerar serias consequências para a atividade empresarial global, e a retomada do turismo internacional.

 

A pretensão da UE é iniciar esse sistema a partir de junho, o que irá permitir a viagem de pessoas vacinadas ou recentemente recuperadas da Covid-19. Segundo o esboço do regulamento – submetido a acordos em andamento entre os governos da EU e o parlamento Europeu – O parecer final sobre quais vacinas serão aceitas irá depender de cada um dos Estados-membros.

 

 

 

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.