quinta-feira, maio 23, 2024

Abuso verbal é a forma mais comum de racismo na Irlanda

Abuso verbal é a forma mais comum de racismo na Irlanda

Um estudo envolvendo 428 estudantes do ensino superior e de língua inglesa destacou o abuso verbal como a forma mais comum de racismo.

Os entrevistados relataram experiências de múltiplas formas de racismo, conforme apontado no relatório “Speak Out Against Racism“.

Apenas 10% dos participantes afetados pelo racismo denunciaram às autoridades. Barreiras linguísticas, falta de conhecimento sobre denúncias e a descrença na eficácia do processo foram citadas como razões.

O estudo sublinhou a percepção entre os estudantes de que a denúncia é ineficaz, pois as autoridades parecem incapazes ou relutantes em lidar com o racismo e oferecer suporte às vítimas.

Discriminação em Diferentes Contextos

Há relatos de abuso verbal em transporte público, ataques raciais em acomodações compartilhadas e discriminação na oferta de alojamento. Existem imigrantes que também já sofreram discriminação e tratamento desigual no ambiente de trabalho.

Por que denunciar?

A descrença nas autoridades da Irlanda, faz com que estes casos não sejam reportados, o que consequentemente torna-se apenas “mais uma estatística”.

O governo da Irlanda, lançou um plano de ação nacional contra o racismo em março de 2023, alocando 1 milhão de euros para iniciativas antirracismos. A denúncia se faz necessária, para que estes crimes possam ser averiguados com mais rigor.

A Ireport recebe denúncias contra o racismo, e todas elas são confidenciais. Para saber como denunciar o racismo, clique aqui

 

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.