quinta-feira, abril 18, 2024

Governo ordena saída de quase 900 refugiados da Irlanda, porém destino de muitos permanece desconhecido

Governo ordena saída de quase 900 refugiados da Irlanda, porém destino de muitos permanece desconhecido

No ano passado, um total de 857 pessoas que solicitaram proteção internacional foram forçadas a deixar a Irlanda, mas o governo não tem conhecimento se elas partiram ou não.

A Ministra da Justiça, Helen McEntee, confirmou que as ordens de deportação foram assinadas em cada caso. No entanto, apenas 153 solicitantes de proteção internacional, aos quais foi negado o asilo, deixaram efetivamente o país.

Também foi confirmado pela Ministra McEntee que 105 retornaram voluntariamente ao seu país de origem. Outras 34 foram removidas à força pelo Departamento Nacional de Imigração da Garda (GNIB), responsável por aplicar as ordens de deportação do governo.

Nem a Ministra McEntee nem o Estado conseguem determinar o que aconteceu com os outros 704 solicitantes não aprovados.

A Ministra McEntee explicou em resposta a perguntas escritas do Deputado Alan Kelly que o Departamento Nacional de Imigração da Garda (GNIB) é encarregado de realizar as deportações.

Ela disse ainda que o custo total das deportações de indivíduos do Estado foi de 494.829 euros em 2023. Isso incluiu custos de voo e alguns custos de alojamento necessários para todas as deportações e remoções, incluindo transferências Dublin 3, remoções na UE, bem como deportações de IP(proteção  internacional).

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.