sexta-feira, julho 19, 2024

Número de moradores de rua na Irlanda bate nível recorde

Número de moradores de rua na Irlanda bate nível recorde

Os números mais recentes do Departamento de Habitação mostram que 10.568 pessoas acessaram acomodações de emergência durante a última semana de julho, acima do recorde anterior de 10.514 em outubro de 2019. Destas, 3.137 eram crianças.

Dublin foi responsável pela grande maioria dos casos, com 5.209 adultos e 2.339 crianças desabrigadas. Julho foi o sétimo mês consecutivo em que aumentou a procura por alojamentos de emergência.

Instituições de caridade expressaram “extrema preocupação” com os números recordes, segundo o presidente executivo da Depaul(instituição que dá suporte a moradores de rua) David Carroll, são necessárias mais unidades com mais camas “para ajudar mais pessoas”. De acordo com ele: “As pessoas solteiras são algumas das mais vulneráveis que encontramos entrando pelas portas das nossas acomodações e são as que acham mais difícil acessar alojamentos de longo prazo.

“É necessário um planejamento e investimento significativo em unidades com camas de solteiro como parte do desenvolvimento de empreendimentos habitacionais privados e sociais para consequentemente poder alcançar mais moradores de rua. No curto e médio prazo, até aumentarmos nossa oferta habitacional, devemos lidar com a crise imediata. O foco na prevenção dos sem-teto é necessário para que possamos cumprir nosso plano nacional de habitação e lidar com a crise no setor privado de aluguel é essencial”.

O porta-voz do Social Democrats Housing(partido político), Cian O’Callaghan, disse que “por trás dessas estatísticas sombrias estão vidas que foram destruídas por um sistema quebrado”. Ele disse que a falta de moradia em Dublin aumentou 28% e a falta de moradia infantil 40% em relação ao ano passado, acrescentando que os números “são a prova de que os planos do governo estão falhando”.

“Quando se trata de habitação, o governo está completamente fora de contato”, disse ele. “O governo fala em acabar com a falta de moradia até 2030, mas não tem plano, estratégia, noção — e os números de moradores de rua estão subindo, não caindo.

“O governo ignorou todos os avisos de que íamos atingir um número recorde de pessoas sem habitação. Eles não ouviram e não agiram.”

 

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.