quinta-feira, maio 23, 2024

Homens admitem dirigir Mulready-Woods até a casa onde ele foi assassinado

Homens admitem dirigir Mulready-Woods até a casa onde ele foi assassinado

Dois homens admitiram ter levado um adolescente para a casa em Drogheda, onde ele foi assassinado e seu corpo desmembrado por um membro do crime organizado.

Paul Crosby, de 27 anos e Gerard Cruise de 49 anos, se confessaram culpados de facilitar o assassinato de Keane Mulready-Woods entre 11 e 13 de janeiro de 2020.

A mãe da vítima, Elizabeth, descreveu o assassinato como um dos crimes mais brutais e traumáticos da história da Irlanda.

O juiz Tony Hunt descreveu o assassinato como “verdadeiramente horrível” e disse que os dois homens serão sentenciados no Tribunal Criminal Especial no próximo mês.

Barbaridade

Keane Mulready-Woods foi atraído para uma casa em Drogheda em janeiro de 2020, onde foi assassinado e teve seu corpo desmembrado.

Seus braços e pernas foram descobertos em uma bolsa localizada em Coolock, em Dublin, sua cabeça e pés foram encontrados no porta-malas de um carro incendiado em Dublin e seu torso foi encontrado após uma busca em Drogheda.

O principal suspeito é Robbie Lawlor, um membro de uma gangue criminosa, ligado a vários outros assassinatos. Ele foi morto a tiros em Belfast em abril de 2020.

Um criminoso reincidente com mais de 40 condenações anteriores, Crosby conheceu Keane Mulready-Woods no dia em que ele desapareceu, pagou o táxi dele e o levou até um carro onde estava Cruise, que conduziu a vítima até os fundos de uma casa em Rathmullan Park, onde Keane Mulready-Woods foi assassinado.

Os dois homens também compraram uma van na qual os fragmentos de ossos da vítima foram encontrados posteriormente e Cruise forneceu bolsas encontradas  na cena do crime, uma das quais continha uma broca.

Não havia evidências de que Cruise ou Crosby estivessem presentes quando o assassinato ocorreu, mas Crosby entrou em contato por telefone com Robbie Lawlor, que voltou a Dublin logo após o assassinato.

Ambos os homens se desculparam hoje pelo que aconteceu com Cruise, insistindo que não sabia que a vítima seria assassinada.

 

 

 

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.