domingo, fevereiro 5, 2023

Explosão mata 2 pessoas na Polônia, país-membro da Otan, depois de intensos bombardeios russos à Ucrânia

Explosão mata 2 pessoas na Polônia, país-membro da Otan, depois de intensos bombardeios russos à Ucrânia

Duas pessoas foram dizimadas nesta terça-feira (15) em uma explosão em Przewodów, no leste da Polônia, perto da fronteira com a Ucrânia.

A informação foi revelada pelo corpo de bombeiros local, segundo a agência Reuters.

De acordo com a agência Associated Press, um funcionário de alto escalão da inteligência dos Estados Unidos, que teve sua identidade preservada, afirmou que a explosão foi motivada por mísseis russos.

A Polônia é país-membro da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte).

A Otan é uma união militar formada em 1949 por 12 países, como EUA, Canadá, Reino Unido e França. Os membros consentem em ajudar uns aos outros caso ocorra um ataque armado contra qualquer Estado membro. Isso quer dizer que uma investida a um país da Otan é visto como um ataque a todos os outros componentes da aliança.

Ministério da Defesa

O Ministério da Defesa da Rússia questionou a estimulação, que tratou como “uma provocação deliberada com o objetivo de dificultar a situação”. Em aviso, o governo russo confirmou que “nenhum ataque a alvos perto da fronteira entre Ucrânia e Polônia foi feito por meios de destruição russos”.

O Pentágono declarou que não pode confirmar a informação de que mísseis russos alcançaram a Polônia. “Não temos nenhuma informação neste momento para comprovar esses relatos e estamos analisando isso mais a fundo”, disse o porta-voz do Pentágono, Patrick Ryder.

A informação sobre os mísseis também não foi admitida imediatamente pelo porta-voz do governo polonês Piotr Mueller. Ele relatou, porém, que o governo estava realizando uma reunião de emergência devido a uma “situação de crise”.

“O primeiro-ministro Mateusz Morawiecki intimou com urgência a Comissão do Conselho de Ministros para os assuntos de Segurança e Defesa Nacional”, confirmou Mueller em uma rede social.

O presidente da Ucrânia Volodymir Zelensky relatou que a explosão foi causada por mísseis russos. “Quanto mais a Rússia sentir impunidade, haverá mais ameaças para qualquer um ao alcance dos mísseis russos. Lançar mísseis conta o território da Otan. Esta é uma investida de mísseis russos contra a segurança coletiva. Esta é uma escalada muito significativa. Devemos fazer alguma coisa”, disse.

Os bombeiros foram ao local da explosão, mas não comunicaram como ela foi causada. “Não está evidente o que aconteceu”, disse Lukasz Kucy, um oficial no posto dos bombeiros da região.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.