sábado, agosto 20, 2022

Pedófilo que estuprou uma menina de 7 anos perde recurso na justiça

Pedófilo que estuprou uma menina de 7 anos perde recurso na justiça

Um pedófilo considerado culpado de estuprar a irmã de sete anos de sua ex namorada, reclamou que não recebeu um julgamento justo.

Kenneth McDonald (56), da cidade de Wexford, se declarou inocente do estupro e agressão da menina. O crime ocorreu em Co Wexford entre janeiro de 1987 e novembro de 1994.

No entanto, um júri o considerou culpado após um julgamento no Tribunal Criminal Central e, em outubro de 2019, ele foi condenado a sete anos de prisão pelo juiz Alex Owens.

Mais tarde, o criminoso, entrou com um recurso contra a sua condenação alegando que o juiz havia interrompido o interrogatório dele “mais de 200 vezes”.

Seus advogados argumentaram que as “interrupções constantes” do juiz Owens, quando ele foi questionado por eles, mostrou que o seu cliente não recebeu um julgamento justo, pois não teve como se defender.

Alegou-se ainda que o juiz de primeira instância havia errado ao recusar um pedido da defesa para fornecer ao júri uma advertência de corroboração antes de pedir que considerassem seu veredito.

Traumatizada

Em uma declaração a vítima, que renunciou ao seu direito de anonimato, disse ao tribunal que o abuso destruiu sua infância e assombrou sua vida adulta.

“Eu me senti aterrorizada em meu quarto na infância, de uma forma que não consigo descrever, minhas palavras não fariam justiça à devastação que este criminoso me causou.

Minha vida familiar, meus relacionamentos, minha educação e minha carreira sofreram imensamente com isso”, disse ela.

Ela descreveu sentimentos de raiva, medo, vergonha, confusão e uma sensação de que seu corpo não era seu.

“Minha auto-estima foi tirada de mim”, disse ela. Ela terminou sua declaração dizendo “Eu posso ser sempre essa vítima, mas também sou uma sobrevivente”.

Um policial da Garda disse ao tribunal que o primeiro incidente ocorreu no verão, logo após a vítima ter começado a escola primária.

O homem entrou no quarto da criança à noite, deitou-a de bruços na cama e colocou a mão dentro de suas roupas. Ele a molestou, dizendo à criança “você vai gostar”.

Em outra ocasião, em horário semelhante, o homem entrou novamente no quarto da criança à noite e a estuprou.

A última agressão sexual ocorreu quando a vítima tinha cerca de 13 ou 14 anos. Ela estava limpando o carro do irmão quando McDonald veio atrás dela e colocou a mão em seu short.

O criminoso teve o recurso negado, e não conseguiu responder em liberdade. A imprensa Irlandesa ainda não divulgou se a pena dele foi maior do que 7 anos.

 

Se você é, ou conhece alguém que foi vítima de estupro, denuncie! Disque 1800 77 8888 O Drcc também oferece apoio via webchat. Você também pode acessar o rape crisis help para denunciar casos de violência sexual e obter apoio.

Related posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.